EDUCAÇÃO EM DESTAQUE

Postado em March 10, 2008  • 

EDIVALDO MACHADO BOAVENTURA

SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO

1969 A 1970

 

 

 

 

Nasceu em 10 de dezembro de 1933 na cidade de Feira de Santana.Escritor, educador, historiador da educação e advogado. Seus primeiros estudos foram no Colégio Santíssimo Sacramento e na Escola Professora Helena Assis. Só aos 12 anos veio para Salvador e fez o curso de admissão no Colégio Antonio Vieira, onde cursou o ginásio e colégio. Tem uma típica formação nas ciências humanas, iniciada pelos estudos de Direitos, Bacharel em 1959, doutor e Docente Livre em 1964, complementada com o Bacharelado em Ciências Sociais em 1969. Ingressou nas lides educacionais como Assessor de Planejamento da Universidade Federal da Bahia, estagiando, posteriormente, no Instituto Internacional de Planejamento da Educação (UNESCO). Mestre em 1980 e Ph.D em 1981 em administração da educação pela The Pennsylvania State University. Quando ainda estudante escreveu para a revista Ângulos e jornais estudantis. Ingressou no magistério superior e como articulista do Jornal da Bahia, em 1960. Iniciou a vida de profissional não apenas como professor, mas também como Técnico em Desenvolvimento Econômico as SUDENE, dirigindo o escritório regional da Bahia no período de 1963 a 1970. De 1968 a 1970 implantou a Assessoria de Planejamento da UFBA e participou ativamente da reforma universitária, instalando a secretaria geral de cursos. Em 1968, foi nomeado para o Conselho de Educação da Bahia de 1970 a 1971, ocupou pela primeira vez o cargo de Secretário de Educação e Cultura da Bahia, no Governo de Luís Viana Filho, quando iniciou a construção das escolas polivalentes, criou o Parque Histórico Castro Alves, dentre outras realizações. Foi eleito para a academia de Letras da Bahia, em 1971. Pela segunda vez foi Secretário de Educação e Cultura da Bahia de 1983 a 1987, no governo João Durval, quando reestruturou o órgão estadual de educação. Dentre muitas outras realizações, editou o Plano Estadual de Educação e Cultura da Bahia – 1984-1987 – implantou a TVE e criou a Universidade do estado da Bahia (UNEB). Impulsionou a educação superior estadual com o reconhecimento da Universidade Estadual de Feira de Santana e a consolidação da Universidade Estadual do sudoeste da Bahia. Construiu cerca de 3000 e recuperou mais de 12 mil salas de aula. Trabalhou conjuntamente com as prefeituras em vários programas de alfabetização e educação rural. Criou uma estrutura de educação continuada de adultos, enfatizando, ainda, a educação comunitária nas periferias urbanas. Além de professor titular da UFBA, Edivaldo é o primeiro reitor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB). E detentor, dentre outras, das seguintes condecorações: Grande Oficial da Ordem do Mérito da Bahia, por promoção de Comendador desde 1971; Donato di Devozione de Seconda Classe da Ordem de Malta; Oficial da Ordem de Palmas Acadêmicas;Cruz de Malta; Maria Quitéria;Mérito Cultural Castro Alves; Mérito Educacional Barão de Macaúbas; Medalha da Patriarca; Além do colar da Academia de Letras da Bahia; Título de cidadão de salvador, na Câmara Municipal, 26 de maio de 1988.

Autor: Fernando Paixão

Fonte:D.O.E./Arquivo SEC/CMIC

VOLTAR    |