EDUCAÇÃO EM DESTAQUE

Postado em March 10, 2008  • 

MANOEL MATTOS CORREA DE MENEZES

SECRETÁRIO DO INTERIOR, JUSTIÇA E INSTRUÇÃO PÚBLICA

1930 A 1931

Nasceu na cidade do Salvador em 06 de maio de 1878,filho de Dr. Luis Barreto Correa de Menezes e Maria da Fé Matos Correa de Menezes Bacharelou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Bahia, em março de 1902 e seguiu para o Estado do Ceará, onde exerceu os cargos de Juiz Substituto e Juiz de Direito da Comarca de AracajÚ e, posteriormente, da Comarca de Pacatuba (1902-1913) e Chefe de Polícia no Governo Nogueira Acioli (nov. 1909 a 24 jan. 1912). Em seguida, regressou à Bahia, onde desempenhou várias funções públicas: Fiscal do Governo do Estado junto ao Banco Auxiliar das Classes (fev. a jun. 1913); 1o Oficial da Secretaria da Câmara dos Deputados (17 jul. 1913 a 20 jul. 1916), tendo nesse período ocupado o lugar, em comissão, de Diretor do Tesouro Municipal; Diretor do Interior e Justiça (jul. a nov. 1917); Substituto do Procurador Geral do Estado (nov. 1917 a fev. 1919); Conselheiro do Tribunal de Contas (28 fev. 1919 a 25 ago.1934), aposentando se como conselheiro; Secretário do Interior,Justiça E Instrução Pública no Governo do interventor Leopoldo Amaral (4 nov. 1930 a 18 fev. 1931). Foi eleito Deputado à Assembléia Constituinte de 1935, Deputado na legislatura que se seguiu, e findou com o golpe de estado de novembro de 1937, ocupando sempre a cadeira de Presidente. Foi Secretário da Fazenda, no segundo Governo José Joaquim Seabra, no período de 29 de março de 1920 a 17 de maio de 1921 e no Governo de Juracy Magalhães, de 19 de setembro de 1931 a 28 de junho de 1932. Faleceu no dia 10 de outubro de 1961.
O seu Inspetor Geral de Ensino responsável pela pasta da Instrução Pública,no período de 1930 a 1931 foi Joaquim Farias Góes Filho.

Autor: Fernando Paixão

Fonte: Revista Fiscal da Bahia XXXVIII (mar. 1949)

VOLTAR    |